Notícias

Obesidade infantil

O trabalho Childhood Obesity Study, onde Portugal e a Direção-Geral da Saúde (DGS) participaram, teve como objetivo fornecer à Comissão Europeia e aos Estados-Membros da União Europeia (UE) uma visão geral dos esforços realizados durante o primeiro semestre do Plano de Ação da UE para a Obesidade Infantil 2014-2020 em todos os Estados-Membros da UE, Islândia, Noruega e Suíça. Sérvia e Montenegro e ao nível da UE.

Os resultados deste estudo mostraram que todos os países estão ativos em mais de uma das áreas de ação do Plano de Ação e a maioria dos países está ativa em todas as oito áreas de ação:

  1. Apoiar um início saudável na vida
  2. Promover ambientes mais saudáveis, especialmente em escolas e no regime pré-escolar
  3. Tornar a opção saudável a opção mais fácil
  4. Restringir marketing e publicidade para crianças
  5. Informar e capacitar as famílias
  6. Incentivar a atividade física
  7. Monitorar e avaliar
  8. Aumentar a investigação na área

De acordo com o estudo, vários Estados-Membros da UE estão a passar da fase de planeamento à implementação. Em particular para a área de ação n.º 3 (tornar a opção saudável a opção mais fácil), onde diversas iniciativas foram implementados após 2014.

Para saber mais, consulte:

OMS-Europa > Supporting the mid-term evaluation of the EU Action Plan on Childhood Obesity (em inglês)